• Autofonia

GÊNERO: Poesia

FORMATO: 14X21 | ANO: 2017
PÁGINAS:  86 | Pólen Bold 90gr

SINOPSE:

A obra “Autofonia” é um lamento contra o tempo presente. Esta lamúria, no entanto, enlaça-se em cadeia à um descontentamento contínuo do ser em relação ao tempo, seja passado, presente ou futuro. O poeta critica a passagem do homem sobre a terra, em uma melancolia em relação ao tempo, pois este movimento das eras levou o mundo em direção ao caos. Alexandre Pilati, encontra na poesia, um ponto de centro, no qual o poeta é capaz de concentrar suas forças, a fim de resistir as mazelas do mundo. “Autofonia” apresenta um mundo de distopia, na qual, a perdição mundana fez-se no preciso momento no qual a lógica do capitalismo, imperou-se como modelo político-econômico. Na poesia “Lâmina-só” Alexandre fala da poesia comparando-a a fé de “Kafka”. Nos textos de “Kafka” se desprendiam todo o desprezo pela vida humana, que é considerada insignificante quando vista pela lógica do mundo mercantil. É esta filosofia o modelo para a poesia de Alexandre. O escritor compara a poesia à uma lâmina “uma guilhotina, tão pesada, tão leve”, que é capaz de provocar resistência, de denunciar a fragilidade das opiniões e conceitos humanos “fazer desabar num átimo os mais sólidos pontos de vista”. Em meio as desolações trazidas na distopia de uma era de enganos, cujos valores acumulam-se entre o capital e as aparências do “status”, Alexandre Pilati enxerga a poesia como se ela fosse o seu corpo, a sua mente, as suas tristezas. Conhecer o interior deste poeta, que em toda sua extensão é poema, é abrandar-se também nas belezas eternas da poesia de “Autofonia”.




Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Autofonia

  • R$38,00

Produtos relacionados

Meu coração e outros poemas

Meu coração e outros poemas

GÊNERO: poesia (edição bilíngue: português/italiano) | FORMATO: 14X21 |&nbs..

R$40,00

Etiquetas: Candeeiro