• Vagalumes Sem Noite

GÊNERO:   Contos                  

FORMATO: 14X21 | ANO: 2016                       

PÁGINAS: 130  | Pólen Bold 90 gr



SINOPSE:

Os personagens de “Vagalumes sem Noite” ora falam em primeiranpessoa, ora em terceiras pessoas, mas aparentemente compartilham um semblante de narrador que remonta ao passado, como meio de formular o presente. As narrativas líricas contrastam-se em meio ao enredo urbano, que aborda as cruezas do espaço desolado, pela prostituição, pelo abandono, pelo niilismo, pela dificuldade das relações, ao mesmo tempo que, as sensibilidades destacam-se gritantes na elaboração de impressões sutis, trazidas pela docilidade de palavras que remontam a poesia. Na construção de enredos realistas, o autor escreve os seus contos trazendo-lhes a marca da urbanidade, a prostituição tecida juntamente com uma relação de causa-efeito a um contexto histórico de abandonos é explorada do ponto de vista de uma personagem que cede aos ultrajes da vida. Alguns personagens, também, são construídos sobre o estigma moderno, daquelas pessoas solitárias, que moram em apartamentos pequenos, e encontram somente na memória um resquício do contato afetivo com os demais seres - realidade esta que se torna cada vez mais comum no espaço moderno. Como o próprio título sugere, “Os Vagalumes Sem Noite: contos entre sombra e luz” são as explosões do universo dualista do autor, que percebe as ambiguidades de amor-desafeto, sonhos-realidade que rodeiam o mundo externo, mas que ao mesmo tempo, são reflexos desta bipolaridade do interior dos seres.


Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Vagalumes Sem Noite

  • R$34,00
  • R$17,00

Etiquetas: Castiçal