• Contorcionismos

GÊNERO: Poesia

FORMATO: 14X21   | ANO: 2016                  

PÁGINAS: 72| Pólen Bold 90 gr




SINOPSE:

Com uma poesia lírica, Lucas Alvim apresenta o cotidiano de homem comum, estagnado sobre as limitações espaciais de uma cidade do interior, que cria seus versos como ponto de extravaso para a perplexidade sentida frente a pequenez de ser apenas mais um ser, inserido na movimentação do cotidiano. Citando nomes de cidades, o poeta vagueia apenas com as palavras pelo o universo da urbanização, lugar conhecido pela mente observadora de Alvim que reconhece os subterfúgios deste estilo de vida moderno com a existência de jovens, facilmente estereotipados, que se esparramam com seus dilemas antigos e manjados sobre os becos das cidades. Ainda como escritor que focaliza a problemática de ser homem confinado em espaço cimentado, o poeta fala da angústia frente ao tempo, e de sua passagem discreta, sendo que nesta roleta temporal, tudo o que um dia foi valorizado definha-se, e nesta mudança sutil ocasionada pela transitoriedade da vida, o poeta vê-se desapontado frente as novidades incorporadas no seu estilo de vida maduro. Encaixando o poema entre as brechas de um cotidiano de ônibus, aluguéis, Lucas Alvim convida o leitor para este lugar reservado onde é possível transformar estagnação, angústia e observação em material de desabafo, e acima de tudo contemplação, criando uma visão mágica por sobre o olhar corriqueiro trazida pelo fluxo dos versos.




Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Contorcionismos

  • Autor: Lucas Alvim
  • Modelo: P195
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$38,00

Etiquetas: Lampejos