12 99754 1285

LIVROS

Livro

Varal de Andrajos

Autor: Paulo Gonçalves

GÊNERO: Poesia (Selo Candeeiro) 
ISBN: 978-85-5833-173-9 | ANO: 2017
FORMATO: 14X21 
PÁGINAS:  136 | Pólen Bold 90gr

 

 

 

Sinopse: Pensa-se em saudade de alguém. Porém, Paulo Gonçalves traz em sua obra “Varal de Andrajos” a temática da saudade daquilo que um dia era prazeroso, do sentimento de satisfação por aceitar as ofertas da vida como suficientes à realização dos desejos. A lírica presente na poesia de Paulo Gonçalves, acontece mais pelo viés do seu conteúdo, no qual imagens diferentes encaixam-se com delicadeza, na busca de uma quase fragilidade, que se possa consoar com o ar saudoso e melancólico de sua poesia. No poema “Refil” o escritor busca simbolizações e representações para suas insatisfações, por meio de metáforas como “Dizem que quando temos os olhos tristes, / nossos olhos tristes são, / para as coisas embalagens vazias da alegria, / antenas”. A temática abordada neste poema é a lacuna que se faz presente no peito do poeta, uma insaciabilidade com aquilo que a vida tem oferecido, mesmo que a oferta seja a doçura “de dar as mãos”. A poesia de “Varal de Andrajos” em alguns momentos mostra-se prosaica, como em “no nosso lote de tempo, temos sido bem-vindos na vida de alguém / e haver música e cor / é milagroso”. Porém, características líricas como sinestesia são amplamente utilizadas em “Mas os ouvidos bebiam / lá depois das goteiras, / sons profundos espaçados”. Paulo Gonçalves convida o leitor a percepção de que a saudade se interliga à memória, , e somente pois, um momento especial atravessou a brevidade do tempo, para de maneira saudosa, presentear a vida com as lembranças de um tempo feliz.

 

OUTRO(S) LIVRO(S) DESTE AUTOR

Do mesmo modo, ao fim da ceia

Do mesmo modo, ao fim da ceia