(12) 3127-8092

LIVROS

Livro

Cotidiano Azul

Autor: Wilson dos Santos Chagas

GÊNERO: poesia | FORMATO: 14X21 | ANO: 2021 | PÁGINAS: 128 | Pólen soft 80

 

SINOPSE: Vejo no texto do livro de poesia “Cotidiano Azul”, de Wilson Chagas, a inquietude de quem sabe usar a palavra para transbordar suas angústias, seus descontentamentos, seus sonhos, seu desejo por uma vida melhor, um mundo mais fraterno e igualitário, além de suas esperanças contidas nas relações humanas, em puro apelo ao bom senso e a reflexão saudável que deve ser atributo de cada pessoa, de cada indivíduo, enquanto integrante de uma sociedade que se diz aberta e fraterna. Wilson Chagas sabe desenvolver uma estratégia ortográfica rara, colocando palavras significantes e carregadas de sentidos humanitários, por isso cada construção pulsa nos corações, mentes, olhos e abrem-se possibilidades de diversas interpretações, cabendo ao leitor fazer sua escolha pessoal, embora devo ressaltar que ele seja um poço de coerência entre sua prática poética, profissional e pessoal, portanto viva e rigorosamente honesta com suas percepções em qualquer campo de observação ou atuação. [...] Dessa forma, Wilson Chagas apresenta-se como um escritor-poeta não preso a métrica tradicional ou movimentos conservadores da nossa literatura, com aquelas velhas rimas praticadas no período colonial e imperial, mas com a liberdade de expressão dos poetas inquietos que buscam o encontro da expressão genuinamente literária no que classificamos de “flor poética” ou pura poesia conectado ao seu tempo e à sua gente. E assim o autor aborda os mais diferentes temas sem medo, sem amarras, mas tirando dos nós de cada proposta, a essência de uma poesia rica em sabedoria e muita carga emocional. Ele nos mostra a todo momento e em todos os poemas que nos apresenta que é um poeta diferenciado, multifacetado, dinâmico, plural e que veio para ficar, assim ele nos reafirma que é um cidadão com amplo conhecimento cultural, social, espiritual, político e sensitivo, sendo, portanto, um observador exímio de seu tempo e dos acontecimentos que atuam no seu dia a dia. [Euclides Moreira Neto]

OUTRO(S) LIVRO(S) DESTE AUTOR